Exames

Angiografia

A Angiografia faz o uso de imagem lactente do raio-X para examinar vasos sanguíneos. As imagens geradas são chamadas de angiograma. Para realizar o procedimento usa-se uma agulha inserida na artéria femoral. Após o estabelecimento do acesso das agulhas os cateteres e fios são rosqueados por meio de um sistema arterial à área alvo de interesse de análise. Quando a imagem é feita é injetado um contraste de iodo no sistema. O objetivo é destacar o sangue e como ele se move.  A inserção é normalmente em artérias na virilha onde ela fica mais superficial e pode ser comprimida com facilidade na hora de retirar o cateter.

 

O processo é feito em hospitais com os pacientes anestesiados apenas localmente. O procedimento pode durar 20 minutos ou diversas horas, dependendo da dificuldade de acesso do contraste.

 

Caso o paciente tenha problemas em sua circulação o médico pode sugerir que faça uma angiografia, a fim de determinar a causa do problema. Os resultados auxiliam no tratamento. Ela detecta doenças arteriais, possibilidade de ataques cardíacos, gangrena ou falhas nos órgãos.

 

Ao final do exame a pessoa deve descansar várias horas, afinal o efeito do sedativo pode permanecer por mais tempo. Após o procedimento, existe a possibilidade de acontecer um pequeno sangramento ou inchaço na área ao redor e o paciente pode sentir também alguma dor no local da inserção do cateter. Mas esse efeito costuma passar rapidamente.

 

O procedimento pode ser eletivo ou de urgência/emergência. No primeiro caso diagnostica-se malformação arterial, aneurisma, aterosclerose, etc. Já em casos de urgência ou emergência é indicada para doenças agudas que acometem artérias como dissecção aguda, acidente vascular cerebral, embolia, tromboses, entre outras patologias.

 

 

Preparação para o exame:

 

• No dia do exame um familiar precisa acompanhar o paciente;

• É preciso fazer um jejum de 6 a 8 horas;

• Remédios como anticoagulantes e metformina precisam ser suspensos antes do procedimento. Outros medicamentos não precisam ser suspensos.

• Pessoas alérgicas precisam fazer tratamento prévio por conta do uso do contraste;

• Pacientes com disfunção renal precisam de cuidados especiais por conta do uso do contraste;

• Pacientes renais crônicos precisam fazer diálise um dia antes do exame.

 

 

Tipos de angiografia

 

• Angiografia com tomografia computadorizada: usa raio X, software e hardware  para produzir imagens horizontais, axiais, fatias e dos vasos sanguíneos.

• Angiografia coronária: visualiza o interior das artérias coronárias. Encontram-se estenoses nas artérias responsáveis por dores no peito e ataques cardíacos.

• Angiografia radionuclide: é um procedimento nuclear com pequena quantidade do radionuclide para auxiliar no exame.

 

Quanto aos possíveis riscos dos exames, eles são muito poucos. Pode ocorrer reação alérgica ao contraste ou sangramento no local da punção. Em menor medida ocorre queda da pressão arterial e alteração renal, por conta do contraste.

 

A angiografia é de extrema importância e não precisa causar medo no paciente, pois trata-se de um procedimento razoavelmente simples e indolor. Ele poderá analisar com mais cuidado as artérias e prevenir doenças bem como tratar outras.

 

Consulte um médico de confiança para saber de fato precisa realizar um angiografia a fim de encontrar e tratar alguma patologia.

 

Nossas Unidades
Barueri
Cajamar
Carapicuíba I - Tâmara
Carapicuíba II - Inocêncio
Itapevi
  • Rua Escolástica Chaluppe,30 Centro
  • 11 3883-3373/4553-6626
  • Atendimento Seg a Sex: 8h às 18h Sábados: 8h às 12h
  • Saiba mais
  • Agendar consulta
Jandira
  • Av. André Vidal de Negreiros,276 Centro
  • 11 4707-2250/4789-3401
  • Atendimento Seg a Sex: 8h às 21h Sábados: 8h às 12h
  • Saiba mais
  • Agendar consulta
Jd. Mutinga
Osasco I - Helena Maria
Osasco II - Santo Antônio
Pq. dos Camargos
Copyrights © 2016-2019 Hospitalis - Todos os direitos reservados