Exames

Eletrocardiograma

O eletrocardiograma consiste em um exame simples, indolor e rápido. Ele é utilizado para observar como está atividade elétrica do sistema cardiovascular. Sendo assim, qualquer problema envolvendo os impulsos elétricos do coração pode ser diagnosticado por meio deste exame, que amplifica e registra tais impulsos para posterior análise do médico especialista. Antes de entender para que ele serve, entenda um pouco mais sobre como funciona o nosso coração.


Cada batida do coração é ocasionada por um impulso elétrico gerado de modo natural pelas células que formam o coração. O eletrocardiograma, no caso, é o exame capaz de registrar cada impulso elétrico, de modo a verificar se a velocidade e o ritmo desses impulsos estão saudáveis.


O eletrocardiograma costuma ser solicitado em dois casos:


1. Como parte dos exames de rotina físicos para pessoas da terceira ou meia idade;

2. Caso haja alguma suspeita por parte do médico (geralmente, um clínico geral) de doença cardíaca.


Agora que você já conhece mais sobre o exame, confira a seguir para que o eletrocardiograma serve.


• Eletrocardiograma: para que serve?


O eletrocardiograma, basicamente, serve para a detecção ou para o acompanhamento de:


-> Problemas ou defeitos envolvendo as válvulas cardíacas;

-> Arritmia, ou seja, irregularidade no ritmo dos batimentos cardíacos;

-> Acompanhamento no caso de infartos anteriores ou infartos de miocárdio emergenciais;

-> Diagnóstico e acompanhamento de doenças arteriais coronarianas (que ocorrem quando as artérias do coração são mais estreitas ou estão bloqueadas por alguma razão);

-> Casos de angina;

-> Casos de pericardite, ou seja, quando a membrana que reveste o coração fica inflamada.


Além disso, qualquer tipo de defeito cardíaco – seja no ritmo ou na velocidade dos batimentos, nas válvulas, nas câmaras cardíacas e outros – também são previamente detectados/diagnosticados por meio do eletrocardiograma.


Geralmente, os sintomas que fazem com que o médico (seja ele um clínico geral ou um especialista em cardiologia) solicite o exame são os seguintes: tontura, cansaço frequente, irregularidade na velocidade ou ritmo dos batimentos cardíacos, desmaio e falta de ar.


O eletrocardiograma também serve para acompanhar como está a saúde do coração quando o indivíduo possui outras condições ou doenças, sendo algumas delas: diabetes, hipertensão, tabagismo, colesterol alto ou histórico familiar de indivíduos que desenvolveram enfermidades cardíacas precocemente.


Indivíduos com marca -passo ou outros dispositivos mecânicos previamente colocados no coração também devem realizar o eletrocardiograma com frequência para conferir se eles estão funcionando como deveriam e no posicionamento adequado. Além disso, quem faz o uso de medicamentos que possam gerar efeitos colaterais no sistema cardiovascular também devem fazer o exame com frequência estabelecida pelo médico em questão.


Quando o exame apresenta resultados anormais, eles podem estar relacionados a uma grande variedade de condições – motivo pelo qual o exame deve ser sempre analisado por um médico especialista. Entre as possíveis condições destacamos: isquemia, lesões nas aberturas das válvulas do coração, arritmia, bloqueio no sistema que conduz os impulsos elétricos, anormalidades na estrutura (como no tamanho das artérias, por exemplo), modificações nas taxas de eletrólitos, cardiopatias congênitas, angina e assim por diante.


Nossas Unidades
Barueri
Cajamar
Carapicuíba I - Tâmara
Carapicuíba II - Inocêncio
Itapevi
  • Rua Escolástica Chaluppe,30 Centro
  • 11 3883-3373/4553-6626
  • Atendimento Seg a Sex: 8h às 18h Sábados: 8h às 12h
  • Saiba mais
  • Agendar consulta
Jandira
  • Av. André Vidal de Negreiros,276 Centro
  • 11 4707-2250/4789-3401
  • Atendimento Seg a Sex: 8h às 21h Sábados: 8h às 12h
  • Saiba mais
  • Agendar consulta
Jd. Mutinga
Osasco I - Helena Maria
Osasco II - Santo Antônio
Pq. dos Camargos
Copyrights © 2016-2019 Hospitalis - Todos os direitos reservados