Exame de teste ergométrico

O teste ergométrico é chamado também de teste de esforço e pode ser feito em uma bicicleta ou esteira ergométrica. O paciente é submetido a esforço físico de forma gradual e monitorado por um eletrocardiograma, que registra os resultados em um computador. O objetivo do teste é avaliar a demanda metabólica do coração além de determinadas a capacidade funcional da pessoa. A pressão arterial também é analisada, durante e depois o esforço.


Dessa forma a intenção é que o paciente alcance ao menos 85% da frequência cardíaca de acordo com a idade, ou se exercite ao máximo que conseguir a fim de que os parâmetros e capacidade funcional possam ser avaliados com mais precisão.


Com esse teste avalia-se pressão, frequência cardíaca, isquemia miocárdica, arritmias cardíacas, etc. Em geral o teste ergométrico avalia a doença arterial coronária, capacidade cardiorrespiratória, detectar arritmias, isquemias, anormalidade na pressão, avalia surgimento de sopros, sinais de falência ventricular esquerda e sintomas dessas disfunções.


Em alguns casos os problemas cardiovasculares só são evidentes quando é exigido esforço cardíaco maior, por isso a necessidade do teste para saber mais sobre a saúde do coração.


Dessa forma o teste é indicado em casos de arritmias, doença arterial coronária, hipertensão arterial, indicações especiais e até para pessoas aparentemente sadias. As contraindicações são para pessoas com doença arterial coronária instável, arritmias não controladas, estenose aórtica grave, miocardites e pericardites agudas, embolia pulmonar, enfermidades agudas, pessoas com limitação emocional ou física, gestantes, e pessoas com intoxicação medicamentosa.



Preparação do paciente


No dia do teste, após o banho a pessoa não deve usar cremes, géis ou pomadas. Deve ir com roupas confortáveis, como agasalhos e tênis. A pessoa deve se abster de fumar 2 horas antes e uma 1 após o exame e manter um edita normal duas horas antes ou dieta leve uma hora antes do exame. Não deve ser feito em jejum. Quanto à suspensão de medicamentos, fica a critério do médico, mas em caso de doença arterial coronária é provável que seja suspenso, pois o medicamento pode mascarar a manifestação da doença. Outra recomendação é que o paciente não exponha o tórax desprotegido ao sol em até 3 dias após o exame, pois podem surgir irritações na pele na área onde os eletrodos foram colocados.


Realização do exame

Primeiramente são coletadas informações sobre o paciente, descritos pelo médico bem como as indicações de exame. Com isso afastam-se contraindicações e definem-se protocolos para o paciente. São postos 10 eletrodos no tórax do paciente para registrar o eletrocardiograma. Em seguida ele irá para esteira ou bicicleta ergométrica. O exame é interrompido em caso do paciente apresentar exaustão ou sintomas de anormalidades cardiovasculares, ligadas a isquemias ou alteração no ritmo cardíaco.


O teste apresenta poucos riscos de complicações graves como infarto, parada cardíaca ou arritmia, ou seja, 1 para casa 20 mil exames feitos. O exame também pode ser feito de forma associada com exame de medicina nuclear e ecocardiograma.


É de extrema importância realizar o teste quando o médico o solicitar, a fim de diagnosticar precocemente doenças cardiovasculares e tratá-las o quanto antes.



Nossas Unidades
Barueri
Cajamar
Carapicuíba I - Tâmara
Carapicuíba II - Inocêncio
Itapevi
  • Rua Escolástica Chaluppe,30 Centro
  • 11 3883-3373/4553-6626
  • Atendimento Seg a Sex: 8h às 18h Sábados: 8h às 12h
  • Saiba mais
  • Agendar consulta
Jandira
  • Av. André Vidal de Negreiros,276 Centro
  • 11 4707-2250/4789-3401
  • Atendimento Seg a Sex: 8h às 21h Sábados: 8h às 12h
  • Saiba mais
  • Agendar consulta
Jd. Mutinga
Osasco I - Helena Maria
Osasco II - Santo Antônio
Pq. dos Camargos
Copyrights © 2016-2019 Hospitalis - Todos os direitos reservados